Será que realmente compreendemos o que é o amor?

Nas novelas, filmes e até mesmo na vida real, presenciamos casais apaixonados, traídos, ardendo de desejo, casados, infelizes, mas que possuem a certeza que amam o seu parceiro. Brigas vem e vão, relacionamentos acontecem e desaparecem num piscar de olhos…e, a sociedade moderna se aventura no “ficar” ou somente no “pegar”. 
Confiantes de que essas descrições são um pequeno retrato do que está ao nosso redor, cabe a pergunta: será que isso é amor ou apenas uma paixão platônica encontrada nas telas do cinema.
Myles Munroe, autor do livro ‘O Propósito e o Poder do Amor e do Casamento’, afirma que o verdadeiro amor encontra-se no lugar que muitos tem acesso, mas não são todos que conhecem de fato: a Bíblia!
O criador desse fantástico sentimento, Deus, não somente é fonte desse amor, mas é o próprio amor, como afirma no livro de 1 João 4:8. Além de emoção, o amor é uma atitude, uma decisão do coração. Ele é conhecido como Amor Ágape, um amor incondicional. 
Assim, o amor de Deus é baseado em princípios, dos quais se forem seguidos eles possuem a fórmula especial para expressá-lo. São eles:

1) Não exija nada em troca, viva uma vida de amor;

2) Mostre sempre interesse pelos outros;

3) Sempre tente entender o lado do outro;

4) Empenhe-se em aprender a ouvir. Seja um bom ouvinte;

5) Trate sempre os outros como igual, seja gentil com as pessoas;

6) Que saia da sua boca sempre palavras de elogio e incentivos;

7) Coloque sempre aquele que você ama em primeiro lugar;

8) Nunca desista de amar e acreditar;

9) Enfatize sempre o melhor das pessoas e não as suas fraquezas;

10) Esteja pronto a perdoar. Você perdoa a pessoa e não a ação dela.

Caro leitor, será que você realmente está disposto a amar outra pessoa de acordo com esses princípios?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *