Projeto 2 – Encoraje seu Amor com uma Frase de Incentivo

Continuando o projeto de casamento, para quem não viu a primeira dica, a ideia era dar 30 minutos para o marido ou a esposa com aquilo que desejam fazer. Confira o post:

A dica 2 fala sobre encorajar o seu cônjuge com palavras positivas e de afeto. É mostrar como o cônjuge é querido, amado, precioso na sua vida.
A autora dá uma ênfase especial nessa etapa do projeto para as mulheres, pois os maridos também tem que dar um incentivo para elas, já que ser uma esposa não é fácil e ainda mais a mulher de Provérbios 31 (kkkk). Encontrei uma pessoa em comum que tem uma pontinha de ‘inveja gospel’ pela mulher de Provérbios 31, a autora Kathi Lipp. Fiquei surpresa, porque às vezes me sentia como Kathi, frustrada por não conseguir ser essa pessoa. Se nossos maridos nos ajudarem com frases tais como “você é uma mulher importante” ou “você é a melhor esposa que Deus me deu. Obrigada por estar comigo”…Isso já ajuda bastante a não termos esse sentimento e tentarmos ser as melhores, mesmo com as nossas limitações. Ser esforçada como a mulher virtuosa é!

Projeto 2: Encoraje seu Amor com uma Frase de Incentivo

Compre um cartão, escreva uma frase (não vale brincadeiras sobre peso, idade ou algo que ele ou ela vai odiar) e coloque em um local criativo. Pode ser no espelho do banheiro, no banco do carro, no livro, pedir para alguém entregar, etc.

Essa dica fala sobre encorajamento e valorização.”As pessoas acabam se tornando aquilo que as encorajamos a ser, não o que reprimimos nelas. Então, escreva algo bonito e animador!”

Resultado

No caso, não foi ele, mas eu fiz isso pelo meu amor. Comprei um cartão legal do smilinguido na papelaria perto do trabalho. Escrevi uma frase inspiradora e a noite coloquei no livro dele. Depois, falei: 
– Amor, tem R$ 100,00 dentro do seu livro. Quem foi que te deu esse dinheiro?? – Perguntei nervosa.
Ele disse:
– Não sei quem colocou esse dinheiro lá, amor!
Quando ele foi olhar, descobriu que era o cartãozinho. E ainda perguntou de quem era. Eu respondi que não sabia e ele sorriu e falou, “Ué, se não foi você, porque está escrito: da sua esposa amada?”. Eu fiquei rindo e ele me agradeceu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *