“Bela, recatada e do lar”: Qual o problema?

Essa frase me inspirou esses dias…ai pensei em criar um novo post. Por que ser “bela, recatada e do lar”? Bom, talvez por que na reportagem da revista Veja, seja interessante ser uma mulher assim. E quem não deseja ser do lar, mas empresária, guerreira, independente e capaz?

Não é ruim ser do lar, mas eu digo que as mulheres podem ser algo mais além disso. Podemos ser as duas coisas. Existem inúmeros exemplos: Kathrine Switzer, Anne Fisher, Ada Lovelace, Luiza Helena Trajano e muitas outras. Algumas preferem ser do lar, cuidar dos filhos, das tarefas domésticas, do marido…e isso é uma opção delas. Outras são felizes conquistando cargos importantes na sociedade e fazendo a diferença no mundo.

Kathrine Switzer

Foi a primeira mulher que participou de uma corrida, a Maratona de Boston, nos Estados Unidos, em 1967. Nessa época, somente os homens tinha o direito de participar e ela foi até o fim, mesmo sendo impedida.

Ada Lovelace

Considerada a primeira mulher a escrever um algoritmo para ser processado na máquina analítica de Charles Babbage.

Anne Fisher

Foi a primeira astronauta americana a viajar para o espaço, pela NASA, em 1980. Ela estudou Química e Medicina na Universidade da Califórnia e contribuiu para muitas missões, além disso, foi a primeira mãe em órbita, pois descobriu sobre sua viagem duas semanas antes de dar à luz. Ela também separou um tempo para cuidar de sua família.

Luiza Helena Trajano

É aquela que fundou a Magazine Luiza. Mulher de origem humilde que começou com a loja da família, ‘A Cristaleira’, em São Paulo. Ela se especializou e se tornou uma empreendedora de sucesso.

O Brasil é um país cheio de diversidade e como tal, existem pessoas de todos os gostos e valores. Assim, como a história dessas mulheres que citei, existem muitas outras que se destacaram, tanto na sociedade, quanto em suas casas. O que acho mais incrível nelas é essa capacidade de perseguir os seus sonhos e também cuidar daqueles que ela ama. Para mim, essa é a característica mais especial de uma mulher!

Se eu faço parte dessa tríade? Acho que estou mais para bela, recatada e sonhadora! rsrsrsrs….como é difícil se definir em três palavras! Prefiro ser uma mistura de sonhadora e do lar.
O que você acha dessa frase?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *