Locomotiva Viajante: 5 Dicas para Viajar pelo Mundo – Finanças, Turismo e Cultura

Viajar pelo mundo não é uma tarefa fácil! Por isso, quanto mais dicas melhor! Este post é uma continuação de Locomotiva Viajante: Como Ter uma Viagem Romântica e Inusitada pelo Mundo! Um projeto realizado por Cristiano e Luísa, do site Locomotiva Viajante. Saiba sobre as finanças, algumas dicas de locais interessantes para passar a lua de mel, comer e se divertir. E, se você tem interesse, no final do post, confira as quatro sugestões essenciais para fazer uma viagem ao redor do mundo!

1) Vi no site de vocês que começaram a traçar o projeto de viajar logo após a Copa do Mundo de 2014, todo mês colocando uma dinheiro na poupança. Como foi isso? 

Tudo depende do perfil da pessoa. Minha viagem não era para ser como mochileiro e também nem muito luxuosa. Quando você vai como um casal é diferente. Um grande passo para uma viagem como essa, acontece a partir do momento em que você compra a passagem.
Assim, largamos o emprego, vendemos os carros, guardamos dinheiro na poupança para realizar esse sonho. Além disso, alugamos o apartamento para uma amiga. Porém, ainda tínhamos gastos, por exemplo, tinha o plano de saúde, financiamento do apartamento, guardar dinheiro para três meses após chegarmos ao Brasil, etc.

No planejamento calculamos gastar cerca de 135 mil, mas gastamos 150 mil. O maior custo veio do deslocamento de conhecer muitos locais. Só de voo, fiz 45. Além disso, como minha esposa ama a Disney, nós passamos por todas as Disney (Paris, Japão, Orlando) do mundo.

Disney de Tóquio. Foto: Locomotiva Viajante.

O importante não é o dinheiro, mas o quanto você deseja realizar seu sonho. Você vai conhecendo as pessoas e compartilhando o seu sonho com elas. As pessoas ajudam quando veem que o sonho é real. É o pensamento coletivo, muito mais compartilhado. O lance é dar um passo realmente e estar aberto a mergulhar.

2) O dinheiro não acabou durante esse tempo de viagem? Tiveram que trabalhar para poder se manter em algum momento ou tinham uma reserva?

Antes de sair, decidimos que nosso estilo de viagem não era trabalhar durante aquele ano. Chegamos em Tóquio e estávamos desesperados, achando que o dinheiro não ia dar. Quando nos acalmamos, descobrimos que tínhamos uma poupança e conseguimos continuar a viagem. Além disso, recebemos muita ajuda dos nossos familiares e amigos, mas tivemos que retirar alguns itens do roteiro e voltar antes do previsto. É agoniante, pois chega um momento em que achamos que não dará certo. Aprendi que não é necessário fazer uma viagem com data de validade, mas deixar as coisas acontecerem para te dar um norte. 

3) Quais os locais românticos que visitaram e que indicariam para os casais?

Lugares Românticos para Lua de Mel 
  • Bruges (Bélgica) – uma cidade especial que está há 40 minutos de Bruxelas. Possui passeio de barco para vários pontos da cidade e diversas atrações turísticas;
  • Portugal – passamos 18 dias e conhecemos o Vale do Douro, no norte do Portugal, onde tem montanhas e vinícolas. Conhecemos uma das melhores, a Quinta Nova. A paisagem é incrível e romântica;
  • Santorini (Grécia) – um pôr do sol espetacular;
  • Budapeste (Hungria) – tem várias diversões para casais.

Lugares Inusitados 

  • Nova Zelândia – mistura muita aventura e romance. Há a região de Marlborough, onde fica a cidade de Blenheim, cheia de vinícolas e restaurantes incríveis. Um dos melhores vinhos de lá é o Sauvignon Blanc;
  • Bagan (Myanmar) – antiga Birmânia, abriu as portas há mil anos e tem um passeio de balão incrível; 
  • Praia Del Carmen (México) – está à 1 hora de Cancún e possui mega resorts; 

Lugares Tranquilos

  • Bali (Indonésia) – é ótimo para casais que desejam tranquilidade. Há locais para a prática de yoga e meditação;
  • Huyen Trân (Vietnã) – possui bons restaurantes para visitar;
  • Suíça – há opções de cidades surpreendentes como Montreux e Gruyères, nesta última, há um queijo maravilhoso. Recomendamos também a fábrica de chocolate Cailler, da Nestlé. Fica a 5 km de Gruyères. 

4) Quais as comidas que mais gostaram pelo mundo? 

  • Portugal – a comida de Portugal é sensacional e conta com o tradicional bacalhau e os maravilhosos pasteis de belém, além dos vinhos; 
  • Barcelona (Espanha) – as tapas e o jamón de bellota (tipo de presunto), são os pratos de entrada nos restaurantes. Uma delícia! Em muitos lugares você pede uma bebida e ganha um prato bem servido; 
  • Valência (Espanha) – tivemos um jantar maravilhoso, de comida contemporânea, no Restaurante Marcel-Lum para comemorar o aniversário de casamento;
  • Budapeste (Hungria) – comemos o tradicional Lángos, um pastel que parece uma pizza;
  • Japão – Há opções no mercado de peixe e o atum de lá é bem diferente. Fora isso, há muito prato com ovo e carne;
  • Rússia – o strogonoff é o prato tradicional russo, mas lá o molho é diferente. Acredito que eles usam um extrato de tomate, cream cheese e requeijão. É muito bom!
Jantar no Restaurante Marcel-Lum,

    5) Quais dicas dariam para os casais que desejam realizar aventuras desse tipo?

    • Vale muito a pena, pois é uma volta ao próprio mundo. Há uma busca pelo autoconhecimento e nos fortalecemos muito como casal;
    • Se não quiser deixar de fazer algo diferente e que seja mais caro, pague antes de iniciar a viagem. Pode ser um passeio, parque ou atração;
    • Seguro de viagem é muito importante para quem vai dar uma volta ao mundo. Há um item chamado doenças preexistentes. Fiquem de olho e inclua isso no seu contrato;
    • Pense que na viagem você vai conhecer as pessoas muito mais do que os pontos turísticos. São as melhores histórias que você tem ao viajar. Esteja aberto para sair do casulo e viva a experiência. Se preocupe com você e não com os outros. O resto é consequência.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *